Desse lado da cidade faz frio (pacas!)

Desse lado da cidade bate mais sombra e faz mais frio. O sol não tem coragem de chegar até aqui. O sol nem se atreve. É um bosta mesmo.

Desse lado da cidade as pessoas são bonitas e andam elegantes. Sempre tem alguma coisa nas mãos, inda que essa coisa sejam outras mãos.

Ninguém aqui ta de bobeira, ninguém aqui tá olhando pro céu, ninguém aqui quer por a mão na massa e ninguém aqui se interessa.

Desse lado da cidade eu faço de tudo pra te entreter, desse lado da cidade, quando menos se percebe, o entretido é você.

Aqui mesmo, desse lado da cidade, agora há pouco mesmo, eu vi uma criança correndo, tão rápida que deu dor de cabeça no “pessu” do bistrô.

Desse lado da cidade faz frio e escurece, e o escuro não tem medo. Desse lado da cidade faz frio e como já dizia o Bortollotto, “talvez seja por isso que as pessoas bebam tanto…”

 

Beijos e abraços inexplicáveis e inviáveis do dabliubê.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s