Lower Depths

Trata-se hoje de um post completamente inusitado. Não explicarei porque, simplesmente vou contar o que aconteceu e você faça o favor de usar seu juízo corretamente, da maneira que achar melhor.

 

Era domingo, noite, 23 horas (usando a técnica Leila Lopes de dramatização ao contar uma história) (não entendeu? clica: http://www.youtube.com/watch?v=U7-duHIiRoo)

 

Voltando ao papo, que é sério. Abri meus e-mails, dentre a caralhada de informações que foram feitas para ser ignoradas, uma que me chamou a atenção, o ≤subject≥ do e-mail era:

 

“I am directing a movie” 

 

Abri o e-mail e pensei: ” -Fudeu! Virus” 

 

Ainda bem que não era. Passado o susto fui ver do que se tratava.

 

Era o e-mail de um amigo que conheci em Londres contanto que iniciou os trabalhos para fazer um remake de um dos maiores sucessos indianos da história. E ai Rubens Ewald Filho? Pagou pau? Então relaxa que tem mais informação meus caros leitores.

 

O filme em questão chama-se Neecha Nagar e foi um dos grandes vencedores do Festival de Cannes de 1946. O filme em si já é uma adaptação de uma obra do grande escritor russo Maxim Górki, que na realidade chama-se Aleksei Maksimovich Peshkov. Foda-se, foi o que eu pensei. 

 

Este foi o pôster que eu achei na net do Neecha Nagar:

 

150px-neecha_nagar_1946

O filme já seria por si só histórico por ter ganhado o Grand Prix, mas ainda há um outro detalhe que me chamou a atenção que vale a pena ser ressaltado. O responsável pelas músicas do filme é um cara chamado Ravi Shankar. Familiar? Pois é, Ravi Shankar é um dos músicos indianos mais conhecidos no mundo por ser um grande tocador de cítara, e por ter tocado com grandes nomes como: Janis Joplin e Jefferson Airplane em Woodstock, além de ter influenciado e tocado junto com o beatle George Harrison. Ainda um dado curioso sobre o músico Hindi, ele é pai da sensacional cantora/atriz Norah Jones.

Voltando ao filme, quem também fez uma versão dele foi o não menos fodão diretor Akira Kurasawa, este é o poster da sua versão da peça de Gorki:

 

51yzekltnwl

Mas ali no poster, se você for a pessoa atenta que eu sei que é, você notara um nome familiar, Renoir, sim e não. Sim ele tem um parentesco com o grande pintor, e não, não é ele. Trata-se do filho de Renoir que foi o responsável pela primeira adaptação cinematográfica da obra do escritor russo.

 

Enfim, eu fiz essa punheta cultural toda para dizer que este meu amigo que está fazendo um remake do filme precisa de atenção para o trabalho, e eu estou fazendo minha parte, divulguei aqui o trabalho dos caras, o e-mail dele é: islahuddin@yahoo.com e se alguém aí se interessa e acha legal uma galera que bota pra fudê e não fica parado ai vendo esse monte de merda audiovisual que sai de Hollywood, vejamos o que sai de Bollywood. Se dessa empreitada sair o novo Slumdog Millionaire vou querer os créditos pela descoberta.

 

Beijos e até uma próxima.

 

W.B

Anúncios

3 responses to “Lower Depths

  1. Amigo de diretor de filme gringo… Tá bem de contatos, heim, Wi? E eu querendo te infiltrar na minha mediocre network… 🙂

  2. Tassiana Ghorayeb Resende

    William, voce eh foda! Até para contar carneirinhos voce eh foda! Me ensina?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s