Monthly Archives: Janeiro 2009

Réquiem para Andreia Horta

Baby, baby, acabou.

Será que é assim, e principalmente,

vai ser assim toda vez que chegar ao fim?

 

Desculpe a rima. Lembro-me ainda com saudades daquela cabrocha tímida que tomou conta, lentamente, dos meus domingos.

Oh! Convenhamos. Sua Alice, e seu País das Maravilhas entorpeceram de sonhos todos meus domingos.

A bronha voltou a ter sentido. A bronha voltou a ser lúdica, lírica. Voltou a fazer música. A riqueza minimalista de tua beleza, dava o tom do domingo que antes se arrastava e passava lentamente.

Agora voltou a ser assim. Todos os domingos são iguais aos anteriores. A tremenda ressaca que atinge a cabeça desses poetas delirantes continua atordoada e de noite não há redenção em teu país das maravilhas.

Não encontro mais aconchego na tua voz suave e (algumas vezes) determinada. Não vejo mais seus cabelos desgrenhados tomarem conta do meu televisor a cores que tantos poucos contos eu paguei só pra tentar te impressionar.

A sua trilha sonora, que eu também aprendi a gostar também já não me basta. Pode ficar com ela. É apenas uma simples lembrança tediosa e melosa de que um dia passaste por aqui.

Leva tudo.

Leva consigo meu coração.

Quem sabe num domingo qualquer, desses aí da vida,

Voltes para aquecer meu coração?

 

Até uma próxima.

W.B

Não querendo ser o Nelson Motta, mas já o sendo

Não quis, mas fui. Chegou até mim. O que fazer? Mostrar para vocês

 

Calma gentes, é só uma cantora muito foda vinda lá da França. Rose. Rose Keren.

 

Com um nome de uma flor e uma voz belíssima não dou um ano para o mundo inteiro se render ao talento de Rose. Se em um ano nada disso de concretizar, melhor para a música.

 

Beijos e até a próxima.

 

P.S: O clip é fantástico também

 

 

P.S 2 – Pra quem quiser arranhar o francês, aqui vai a letra:

 

Au dessus de mon frond
ou il tire la ficelle
de mes reves et de mes demons
se font toujours la belle
de large des grands fond et jusqu’àprés la terre
ha ha
je les sens ainsi fond les yeux de mon grand pere
haha

ciao bella
les autres ont s’en fou
ciao bella
les autres s’est pas nous
ciao bella
tu manques à ma vie
ciao bella
jamais je n’oubli ta voix

au dela des etoiles
des rives du bon dieu
puis sa jolie toile
il tisse tous mes voeux
au détour d’un chagrin
à l’angle de mes larmes
il se fray un chemin et défaits tous mes drames

ciao bella
les autres ont s’en fou
ciao bella
les autres s’est pas nous
ciao bella
tu manques à ma vie
ciao bella
jamais je n’oubli ta voix

ciao bella
les autres ont s’en fou
ciao bella
les autres s’est pas nous
ciao bella
tu manques à ma vie
jamais je n’oubli ta voix

ciao bella
les autres ont s’en fou
ciao bella
les autres s’est pas nous
ciao bella
tu manques à ma vie
ciao bella
jamais je n’oubli ta voix

 

Au revoir.

Conselho do dia: Ao acordar, não olhe diretamente para o Sol

 

 

Até a próxima.

Os piratas estão aí

Então rapêize, hoje a estória é a seguinte, vou deixar um link aqui para que quem quiser (se o quiser, claro opá) baixar um cd fantástico. Trata-se do cd Cruel do grande Sérgio Sampaio.

Eu pessoalmente não conhecia a música de Sérgio Sampaio, mas um grande amigo daqui da Princesa dos Campos me apresentou e desde o primeiro acorde já sabia que tratava-se de algo fantástico.

Além das belíssimas: Roda Morta, Muito Além do Jardim, Polícia Bandido Cachorro Dentista e Cruel, o cd é fruto do trabalho de um outro grande artista e não menos competente. Zeca Baleiro. Sim, é isso mesmo. Zeca, o baleiro, encontrou essas gravações de Sérgio Sampaio, que estão entre suas melhores composições, arranjos, melodias e letras e compilou neste cd.

Presentinho do dabliubê pra vocês.

Aproveitem.

 

Beijos.

 

http://lix.in/095865f7

Humor a Portuguesa

 

Não achou graça nenhuma? Niguém disse que era pra achar mesmo o pá!

 

Um abracadabrasso do W.B

“Vá à loucura, mas não morra”

Já ensinava o Larica Total

 

o-grito

O Choque organiza a massa.