“Que meus olhos, sempre atentos,

possam admirar a infinita beleza do seu sorriso

Que minhas mãos consigam alcançar sempre

a delicadeza do toque da tua pele lisinha

Que meus pés me levem à todos os caminhos que quero

e os que não quero também,

Mas que nunca me levem para muito longe de ti

Que o tempo passe devagarinho

E que cada segundo seja aproveitado além de seu limite

Pois cada um deles longe de você, dói…dói…”

Poeta, poetinha vagabundo.

Um abracadabarasso. W.B

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s